5 dicas para ser um expert em gestão de estoque no agronegócio!

4 minutos para ler

Há uma série de pontos estratégicos que são importantes de serem vistos com cuidado, por parte dos gestores de agronegócio, a fim de garantir bons resultados na execução de suas atividades.

Um dos mais importantes fatores é o estoque. Principalmente, por operar com produtos que, muitas vezes, são altamente perecíveis, é necessário que a gestão de estoque seja impecável, evitando erros que possam gerar prejuízos graves.

Para que isso ocorra eficientemente, continue lendo e veja 5 dicas para ser um expert em gestão de estoques e evite perdas na execução de suas atividades.

1. Faça um bom planejamento

Uma questão essencial para uma boa gestão de estoque é ter um bom planejamento. Principalmente, quando falamos de produtos perecíveis e sazonais, torna-se necessário certificar-se de que não haverá sobrecarga no estoque e, portanto, risco de estragar os itens disponibilizados.

Assim, tenha consciência da demanda que necessita atender, observando os contratos firmados anteriormente, bem como considere uma possível margem de perda devido a problemas com a safra.

2. Tenha um bom controle

Gestão está diretamente relacionada com controle. Quanto maior domínio tiver das atividades, melhor conseguirá realizar uma boa gestão.

Isso pode ser feito, principalmente, por meio da realização de um inventário do estoque, identificando quais são os produtos que ali estão, quais deles estão em falta, fazendo a conferência de todos os itens presentes.

Assim, pode-se verificar quais itens estão em excesso e, por isso, necessitam sair antes que ocorra perdas por estrago, quais são os produtos que precisam ser produzidos com urgência (dentro do possível) para não perder clientes, entre outros.

A verificação do inventário deve ser feita periodicamente, a fim de manter o controle adequado e necessário para a realização da atividade agrícola.

3. Organize o estoque

Um estoque organizado facilita a orientação dos funcionários responsáveis nas mais diversas etapas do processo de gerenciamento, desde o planejamento, o controle de inventário, entrada e saída de produtos, entre outros.

Por isso, mantenha um sistema de organização eficiente, que permita fácil acesso aos itens, bem como acondicioná-los de forma a evitar perdas produtivas. Por exemplo, evitar que produtos perecíveis fiquem em ambientes úmidos e, assim, acabem mofando com o tempo.

A organização também envolve a higienização adequada, seguindo as regras sanitárias existentes.

Outro ponto essencial que envolve a organização do estoque é a compreensão do limite máximo de ocupação. Armazenamentos excessivos, além do necessário, representam dinheiro parado e, em algumas situações, prejuízos. Já estoques pequenos podem representar falta de insumos. Por isso, é importante encontrar um equilíbrio ideal neste processo.

4. Direcione os produtos adequadamente

Quando se trabalha com perecíveis, é importante direcionar os produtos adequadamente para evitar perdas. Um dos principais métodos é o PEPS (Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair).

Isso significa que aqueles que entraram primeiro — e que, consequentemente, têm um prazo de validade mais próximo — deverão ser os primeiros a sair. Inclui-se nesse rol:

  • medicamentos;
  • rações;
  • grãos;
  • alimentos como peças de carne;
  • vegetais, entre outros.

5. Tenha um sistema automatizado de gestão de estoque

As tecnologias estão aí para auxiliar os empreendedores na execução e gestão de seus negócios. No setor rural, isso é fundamental para evitar prejuízos com perdas produtivas.

Um sistema de controle de estoque, por meio de software, pode ser um importante aliado para manter a gestão eficiente de armazenamento, garantindo um giro de estoque produtivo e potencializando as vendas, bem como mantendo um controle impecável sobre o setor.

Uma gestão de estoque é responsável por bons resultados no setor do agronegócio e, por isso, deve ser valorizada adequadamente.

Achou este conteúdo interessante? Compartilhe-o nas redes sociais e leve-o para seus colegas da área.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-