Entenda como reduzir os agrotóxicos no meio ambiente

agrotóxicos no meio ambiente
4 minutos para ler

A produção agrícola em larga escala exige um controle maior das pragas em lavouras. Com isso, o excesso de agrotóxicos no meio ambiente têm sido um assunto amplamente discutido devido aos impactos negativos relacionados ao seu uso.

Os pequenos produtores saem na frente, lucrando com a produção agrícola que utiliza menos agrotóxicos ou até mesmo produz alimentos orgânicos. Para eles, é muito mais fácil adotar esse estilo de produção do que para os negócios de larga escala, que precisam atender uma demanda muito maior de alimentos e têm dificuldade de reduzir o uso de agrotóxicos.

Pensando nisso, este post foi feito para quem pretende diminuir o uso de agrotóxicos no meio ambiente! Confira!

Controle biológico de pragas

O uso do controle biológico na agricultura é uma alternativa à utilização de agrotóxicos no controle de pragas no campo. Ele se constitui em inserir predadores, parasitas ou patógenos das pragas na lavoura.

Como exemplo de um parasitoide que ajuda no controle de pragas nas lavouras existe uma vespinha (Trichogramma spp) que, ao ser colocada nas plantações, deposita seus ovos sobre o corpo da lagarta praga e, ao eclodirem, liberam larvas que comem o animal.

Uso da tecnologia na aplicação de agrotóxicos

Segundo a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural), quase metade dos agrotóxicos é perdida durante a aplicação em virtude de uma execução mal planejada. Além disso, o prejuízo continua mesmo após a aplicação, pois, com o erro anterior, as pragas não são devidamente exterminadas da lavoura, levando a mais aplicações do agrotóxico.

O efeito deriva quando o defensivo agrícola não atinge o local de cultivo e chega em áreas que não deveriam, causando a contaminação do meio ambiente, afetando plantas e animais e provocando problemas de saúde nas pessoas próximas à área.

Por esses motivos, é essencial investir em tecnologias eficientes de aplicação de agrotóxicos para se obter o máximo de proveito no controle químico, eliminando a necessidade de várias aplicações por safra.

Sistema de plantio direto

Uma técnica muito utilizada para reduzir o uso de agrotóxicos e máquinas agrícolas no cultivo é o sistema de plantio direto, que consiste na abertura de sulcos no solo onde as sementes e fertilizantes são depositados. Enquanto isso, a palha e demais restos vegetais são mantidos na superfície do solo, ajudando no controle da erosão e de ervas daninhas.

É muito importante para o sucesso do sistema que seja feita a rotação de culturas, em que se aplica a mudança de espécies vegetais de uma área a cada novo cultivo, de modo que as necessidades de adubação sejam diferentes em cada ciclo. As espécies escolhidas para esse processo de alternância devem ter, além de propósitos comerciais, a de recuperação do solo.

Manejo integrado de pragas e doenças

O manejo integrado de pragas, também conhecido como MIP, visa controlar as pragas de maneira sustentável e reduzir o uso de agrotóxicos na lavoura, sendo realizado utilizando diferentes práticas, como a rotação de culturas anteriormente citada.

O método baseia-se em análises de custo-benefício que levam em conta os impactos no meio ambiente, sociedade e nos próprios produtores, mantendo a população de pragas abaixo do nível de dano econômico.

Por meio do manejo integrado de pragas, o produtor conta com uma maior eficiência no controle, menos impacto ambiental e economia no uso de agrotóxicos.

Biopesticida

Os pesticidas tradicionais são extremamente tóxicos, o que levou ao desenvolvimento dos biopesticidas produzidos a partir de substâncias naturais e microrganismos.

Uma das principais vantagens dos biopesticidas é o fato de eles atacarem somente pragas específicas, e não mamíferos e pássaros. Além disso, eles podem ser utilizados em pequenas quantidades e se decompõem mais rápido, diminuindo o uso de agrotóxicos e, consequentemente, o impacto ambiental.

Os consumidores estão cada dia mais preocupados com a alimentação e os impactos ambientais de suas ações, sendo assim, a agricultura que considera esses fatores tem um grande papel nessa mudança.

Agora que você já sabe como reduzir a liberação de agrotóxicos no meio ambiente de forma simples, não deixe de entrar em contato com a Rural Vende para saber como implantar essas mudanças no seu negócio!
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-