Cabras reagem melhor a expressões humanas felizes, aponta estudo

2 minutos para ler

Quem não gosta de conversar com uma pessoa simpática e alegre, não é mesmo? Além de nós, seres humanos, uma pesquisa publicada pela Royal Society Open Science afirma que as cabras reagem melhor a expressões humanas felizes. O estudo teve a participação de duas cientistas brasileiras, da Universidade de São Paulo (USP).

Os pesquisadores chegaram a este resultado mostrando às cabras fotografias da mesma pessoa, uma com expressão raivosa e a outra, de felicidade. Segundo o estudo, as cabras foram direto aos rostos felizes.

Com isso, os estudiosos conseguiram comprovar que não somente animais que já têm uma relação antiga com os humanos, como cavalos e cães, reconhecem expressões faciais.

Dicas: você conhece os tipos de selas para cavalos?

Como foi feita
A equipe de pesquisadores da Universidade de Londres montou pares de fotos em preto-e-branco em uma área de teste, com pouco mais de um metro de distância entre elas. As cabras ficaram soltas no lado oposto da arena, a aproximadamente quatro metros das fotos, e puderam explorar o ambiente e, então, se aproximaram mais dos rostos sorridentes, sem sequer dar atenção às fotos com os rostos mostrando irritação. Ainda de acordo com o estudo, as cabras examinaram mais as fotos sorridentes, com seus focinhos.

cabras

Segundo o divulgado, o efeito significativo nas fotos com rostos felizes aconteceu quando a peça era colocada no lado direito da área de testes – o que não surpreendeu os especialistas. A suspeita é que, assim como em outros animais, cada lado do cérebro das cabras seja utilizado para processar um tipo de informação – neste caso, o lado esquerdo para emoções positivas, e o lado direito, para a prevenção.

Leia o estudo completo (em inglês)

Publicada no fim de agosto, a pesquisa foi conduzida pelos cientistas Christian Nawroth, Marie-Sophie Single, Alan G. McElligott, e as brasileiras Natalia Albuquerque e Carine Savalli.

Fonte: Royal Society Open Science
Foto: Pixabay

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-