Ração para cavalo: em que investir para o animal ficar mais forte?!

4 minutos para ler

Quem está acostumado com a vida no campo sabe da importância de cuidar bem dos animais da fazenda. Se você é uma dessas pessoas, provavelmente tem alguma dúvida sobre quais rações dar a seus cavalos e sobre como administrar essa alimentação.

Esse animal, essencial nos trabalhos rurais, exige uma alimentação específica que deve ser respeitada para evitar problemas em seu sistema digestivo. As refeições devem contar com nutrientes equilibrados e disponibilidade de água de acordo com as necessidades individuais.

Quer saber mais? Criamos um guia prático para ajudá-lo a oferecer a melhor ração para seus cavalos. Confira!

Quais são os nutrientes da dieta?

Originalmente, o aparelho digestivo do cavalo era adaptado a comer pouco em cada refeição, mas muitas vezes durante o dia. Isso se deve ao fato de que, na natureza, esses animais andavam livres, pastando e bebendo água constantemente.

Hoje em dia, os equinos mudaram completamente de alimentação devido a sua domesticação pelo homem e, consequentemente, ao esforço físico que são submetidos.

Esse contexto exige que a alimentação seja mais elaborada, com nutrientes que melhorem seu desempenho nas funções diárias. Veja abaixo os principais componentes de uma boa dieta para os seus animais.

  • Água: a quantidade de água varia de acordo com a temperatura, trabalho que o animal está submetido, dieta e também idade.
  • Hidratos de carbono: você pode encontrar esse nutriente no amido, nos açúcares e em algumas fibras.
  • Óleos e gorduras: rações comerciais possuem óleos em pequenas quantidades. Adicionar óleo vegetal a dieta também é uma boa alternativa.
  • Fibras: elas estão presentes em todos alimentos, com destaque para o feno, palha e erva.
  • Proteínas: no momento da digestão, elas são decompostas em aminoácidos. Durante a gravidez, as proteínas são utilizadas na fabricação do leite, além de ajudarem no desenvolvimento e no reparo dos tecidos corporais.
  • Minerais: o cálcio e fósforo constituem o equilíbrio mais importante dos minerais. Utilize uma porção e meia de cálcio para cada porção de fósforo. O segundo grupo mais importante é composto por sódio, o magnésio, o cloro e o potássio. Outros minerais necessários são o cobre, o ferro, o selênio e o zinco.
  • Vitaminas: bastam apenas pequenas quantidades de vitaminas A, D, E, K e B para ajudar os processos bioquímicos do animal. Alimentos verdes possuem grande quantidade desse nutriente.

Como calcular a ração para cavalo?

Já foi dito que a maneira como os equinos se alimentam mudou com o tempo. Atualmente, sua dieta é muito mais específica e exige um planejamento de acordo com as características de cada animal.

Por isso, existe uma grande variedade de alimentos disponíveis no mercado e, para fazer a escolha certa, é bom analisar suas necessidades.

Para realizar o cálculo de nutrientes da maneira correta, saiba que um animal desse porte precisa comer diariamente o equivalente a 2,5% do seu peso. Essa porcentagem leva em consideração o feno, as rações, os suplementos orgânicos e a água.

O feno constitui o alimento elementar de qualquer dieta e, mesmo não possuindo valor nutritivo alto, é rico em fibras. A quantidade ideal que um cavalo precisa comer equivale a 1% do seu peso.

Ofereça rações na qualidade e quantidade adequada para cada um deles. Logo, você deve levar em consideração o tipo de esforço ao qual ele é submetido. Quanto à água, devem ser ingeridos de 2 a 4 litros para cada quilograma.

Agora que você sabe um pouco mais sobre ração para cavalo, cuide melhor dos equinos da sua fazenda! E, claro, lembre-se de procurar bons produtos de um fornecedor confiável.

Gostou deste post? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-